Barriga fitness: os melhores exercícios para perder barriga

10 dicas de exercícios do personal trainer para definir o abdômen

Dar adeus à barriga saliente é sempre um grande desafio. Além da dieta e do treino básico para queimar gorduras, a necessidade de uma atenção especial a essa região do corpo é indispensável.

Conforme dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a atividade física como lazer aumentou de forma significativa entre 2013 e 2019, sendo praticada por quase um terço dos brasileiros com 18 anos ou mais.

Com isso, cresce também o desejo em ter um estilo de vida saudável aliado a prática de exercícios de gasto calórico.

Contudo, fica a dúvida: quais seriam os exercícios fundamentais na questão da queima de calorias e quais outros serviriam como complemento para abolir de vez a barriguinha indesejada?

Nós temos a resposta. Confira!

Treinos aeróbicos como aliados

Algumas pessoas acreditam que, fazendo um número grande de séries abdominais, ficarão com o abdômen trincado. Só que, para perder a barriga, é preciso reduzir o percentual de gordura e isso se consegue com o aumento de gasto calórico. Entram aí os treinos aeróbicos.

“Quando se fala em treinos aeróbicos para perder barriga, nas minhas aulas eu incluo dentro de uma sequência de exercícios, por exemplo, a prancha, abdominal supra e os laterais e uma atividade visando o aumento da frequência cardíaca e o gasto calórico, enquanto os músculos de recuperam para a próxima série”, explica o personal trainer e criador do Eu Fit Brasil, Alisson Lopes.

Ou seja, numa sequência de exercícios para abdômen, é sempre importante incluir os aeróbicos intercalados para pôr um fim à barriguinha.

Disponibilizamos 10 dicas de exercícios para abdômen e 05 aeróbicos:

05 exercícios abdominais:

Prancha ventral (ou frontal) – é aquele exercício em que consiste na permanência do corpo reto com os cotovelos e as pontas dos pés apoiados no chão.

Prancha lateral – exercício que consiste na permanência do corpo numa posição lateral, seja ela direita ou esquerda, tendo como apoio o pé e o braço. Ele trabalha de forma isométrica o lado direito e esquerdo do abdômen. Ativa profundamente a musculatura do core, essa responsável pela manutenção da postura.

Abdominal supra (flexão do tronco) – movimento que trabalha de forma concentrada a musculatura superior da região do abdômen.

Abdominal infra (inferior) - é quando trazemos a perna para cima trabalhando de forma concentrada a musculatura inferior da região do abdômen.

Abdominais oblíquos - exercício onde se trabalha com o famoso giro russo, que é como uma expiração forçada garantindo a capacidade do tronco em se mover lateralmente.

05 exercícios aeróbicos:

Pular corda – exercício em que se consegue eliminar até 450 calorias em 30 minutos. Além de emagrecer, trabalha a musculatura das pernas e glúteos.

Polichinelo – utilizado para alongar e aquecer os músculos e articulações, ele auxilia na perda de peso e fortalecimento muscular, contribuindo ainda para o aumento da coordenação motora.

Corrida estacionária – imagine você correndo, mas sem sair do lugar. Ou seja, simula-se o movimento de corrida, porém, como se estivesse dando pequenos saltos, oscilando as pernas ora no ar, ora no chão.

Burpee – é um exercício de flexão completo. Inicia-se com a flexão dos braços, um agachamento e um salto. Tudo numa sequência que leva à melhora do condicionamento físico, resistência cardiorrespiratória e emagrecimento.

Deslocamento lateral – com a finalidade de fortalecer algumas musculaturas pouco estimuladas e ativar o emagrecimento, o descolamento lateral consiste num movimento de corrida lateral, com as pernas paralelas, unindo-as e separando-as, para a direita e esquerda. Lembrando que sempre se termina com as pernas unidas.

“O ideal é que a pessoa iniciante faça, logo de início, 06 séries de exercícios. Para a pessoa intermediária, de 07 a 11 séries de exercícios. E a avançada de 12 até 16 séries. A repetição varia, mas geralmente eu coloco nos treinos um tempo de 30 segundos. É preciso respeitar o limite do corpo, pois a evolução será de acordo com a prática. Sempre lembrando que é preciso a liberação do médico e o acompanhamento de um profissional de educação física e nutricionista, mesmo que seja online.”, finaliza o personal trainer Alisson Lopes.

 FONTE/CRÉDITOS:Redação | Doutor TV

Aqui fica o conteúdo do Post...Aceita HTML, portanto você pode montar o conteúdo do jeito que quiser!!!

#htmlPersonalizado#